Arquivo da categoria: ARTIGOS

Esqueça as enochatices e seja feliz!

Inspirada em uma matéria que acabei de ler sobre “ditaduras sociais”, gostaria de começar esse papo dizendo: Você não “precisa” gostar de vinhos.

O grande barato de minha page e meu blog é tentar levar o vinho para o seu dia a dia, mas, se essa não é sua praia, tudo bem, não se cobre por isso!

Agora, se você gosta de vinhos, mas não conhece muito, por favor, não se assuste ao se deparar com tantas pessoas postando fotos de vinhos caros, lugares luxuosos, degustações para grupos fechados à 7 chaves e um montão de outros bla bla bla …

Muitas coisas fazem parte mesmo do dia a dia de quem trabalha com isso, mas muita coisa é para manter um glamour que está pra lá de ultrapassado. O mundo do vinho aqui no Brasil foi assim até bem pouco tempo atrás, mas esse modelo está caindo por terra. Ainda bem!

Lembre-se sempre de que vinho é alimento. 

Vinho é feito de uva, que vem da terra, portanto, um produtor, antes de tudo é um homem “do campo”, que lida com a natureza e suas intempéries.

Quando for escolher um vinho para beber, seja em um Wine-Bar, Boteco, Restaurante, Supermercado, Loja Especializada ou Empório, não se intimide, peça ajuda ao sommelier ou ao atendente e, te garanto que o primeiro passo para saber se ele é mesmo competente, é se ele quiser saber sobre o seu gosto e o seu bolso.
Se ele te indicar apenas o mais caro, fuja dali sem a menor cerimônia, por favor!

Você não precisa disso pois há vários vinhos bons, wine-bares despretensiosos a ótimos preços, sem nariz empinado e sem frescuras, para ir e curtir.

Da próxima vez, leve vinho ao seu piquenique, churrasco, praia, piscina, happy-hour …

Deguste-o sozinho ou acompanhado, lendo um livro, assistindo à um filme ou ouvindo uma canção.

Lembre-se que vinho harmoniza com alimentos, charutos e com por-do-sol, por que não?!

E, acima de tudo, não se esqueça: escolha sempre aquilo que te dá prazer, deguste a vida e seja feliz!

Você merece!
Nós merecemos!

Anúncios

O Erotismo da Comida, segundo Isabel Allende

“(…) É assim que recordo os homens que passaram pela minha vida – não quero me gabar, não foram muitos -, uns pela textura da pele, outros pelo sabor dos beijos, o cheiro das roupas ou o tom dos murmúrios, quase todos eles associados a um alimento especial.
O prazer carnal mais intenso, gozado sem pressa em uma cama desarrumada e clandestina, combinação perfeita de carícias, riso e jogos da mente, tem gosto de baguette, prosciutto, queijo francês e vinho do Reno.
Por meio de qualquer um destes tesouros da cozinha surge diante de mim um homem em particular, um antigo amante que volta sempre, como fantasma querido, para lançar uma luz maliciosa na minha idade madura.
Esse pão com presunto e queijo me devolve o cheiro de nossos abraços e esse vinho alemão, o sabor de sua boca.
Não consigo separar o erotismo da comida e não vejo razão para fazê-lo; ao contrário, pretendo continuar desfrutando de ambos enquanto tiver forças e bom humor.”

Trecho do livro “Afrodite – um livro de amores, aromas e sabores” de Isabel Allende.

Sobre a beleza de cada dia

Sou uma mulher que tem fome de alma.
Amo a magia que está nas pequenas coisas: cozinhar, tomar uma taça de vinho, ler um livro, contemplar um quadro, um lugar, uma música, curtir um bom papo, um encontro, enfim, amo o belo que se encontra _ às vezes camuflado _ em cada momento.

Nesses tempos amargos, de tanta sacanagem, denúncias, injustiças, desconfianças e competições, reproduzo aqui um texto que li e que me alimenta.

Alimenta porque expressa o que acredito: que o melhor momento é aquele que nos dispomos a vivê-lo.
O melhor momento, é o que a vida nos oferece hoje: o bom dia do carteiro, o sorriso do mendigo grato,  as coincidências que insistem em acontecer, apesar da nossa falta de fé.

Não idealize, não espere, apenas viva a sua vida com as melhores coisas que você tem hoje pois, acredito, no final, você terá muitas lindas histórias para contar. E isso é o que vai importar!

“Preparei a lareira perfeita para nós.
O fogo vai durar a noite inteira _ suficiente para todas as nossas “histórias dentro de histórias”.
Um momentinho só, enquanto termino de lavar a mesa com menta fresca.
Pronto, vamos usar a 
louça bonita.
Vamos beber o que estávamos reservando para “uma ocasião especial”.
Sem dúvida, “uma ocasião especial” é qualquer ocasião à qual a alma esteja presente.
Você já percebeu?
“Reservar” para outra hora é o jeito que o ego tem de dizer, rabugento, que não acredita que a alma mereça prazer no dia-a-dia.

Mas ela merece, de verdade. A alma sem dúvida merece.”
      A Ciranda das Mulheres Sábias, Clarissa Pinkola Estes

Estudos científicos endossam benefícios da uva e seus derivados à saúde

gilmar gomes 2

Divulgação de resultados comprova que a fruta é aliada na prevenção de doenças, na redução de peso e gordura abdominal. Os  ganhos se estendem ao consumo moderado de vinho e de suco 100%

 

Os benefícios da uva nunca estiveram tão em evidência. Uma série de estudos realizados nos últimos anos comprova que o consumo moderado da fruta e seus derivados garante mais qualidade de vida a crianças e adultos. Não é por acaso que a uva é considerada a “superfruta da saúde”.

O suco de uva 100% como aliado para perder barriga foi a boa nova anunciada recentemente. Depois de comprovar os benefícios da bebida para o coração, redução de colesterol, prevenção do câncer e melhora da memória, uma pesquisa realizada pelo Centro Universitário Metodista (IPA), de Porto Alegre (RS), indicou que o consumo regular do suco elaborado com 100% fruta, sem adição de açúcar, contribui para a redução da sempre indesejada gordura abdominal.

gilmar gomes 3
Coordenado pela biomédica Caroline Dani e pela bioquímica Cláudia Funchal, o estudo iniciado em 2009 já foi publicado em revistas científicas e quebra paradigmas ao comprovar que uma bebida doce e saborosa pode ser aliada para dietas em seres humanos. Caroline, que estuda os benefícios do suco desde 2004, explica que os ratos submetidos à dieta hiperlipídica (rica em gordura) com suco de uva tiveram um aumento de peso e de gordura na região abdominal inferior ao grupo que recebeu a mesma alimentação e água. Já os animais com a mesma alimentação e que ingeriram água tiveram ganho de massa e de gordura. A biomédica lembra que estudos anteriores já comprovaram a ação dos componentes da uva e, por consequência do suco 100%, para a proteção do fígado e do coração, redução da pressão arterial, melhora na capacidade cognitiva, sistema nervoso central e proteção contra os radicais livres, prevenindo doenças neurodegenerativas como o Alzheimer e o câncer.

Caroline também coordenou outra pesquisa no IPA na qual idosos que tomaram suco de uva 100% por 30 dias reduziram circunferência abdominal e peso, além do índice de massa corporal (IMC), colesterol total e colesterol ruim. Não houve alteração nos níveis de glicose nem dos de triglicerídeos. Durante o estudo, os voluntários incluíram no cardápio dois copos de suco de 400ml cada por dia, divididos em duas porções de 200ml cada, durante um mês, e mantendo seus hábitos alimentares.
Os benefícios do suco de uva 100% não param por aí. Uma pesquisa da Universidade Estadual do Rio de Janeiro realizada com triatletas da Marinha comprovou que um copo da bebida antes e outro depois dos treinos auxilia nos resultados das competições. Em entrevista ao Globo Repórter, a nutricionista Mariana Corrêa Gonçalves explicou que os atletas melhoraram a capacidade antioxidante e a circulação e tiveram redução do cansaço. O grupo que participou do estudo ingeriu o suco de uva 100% durante 20 dias.

 

Consumo moderado de vinho também traz ganhos à saúde

gilmar gomes 1

Os benefícios se estendem também para o vinho. O cardiologista Jairo Monson, estudioso dos assuntos relacionados a vinho e saúde, afirma que o consumo moderado da bebida, especialmente as variedades tintas, fazem bem ao sistema cardiovascular, previnem câncer, inibe em até 80% o crescimento do HIV, além de ser a bebida mais favorável para os obesos e diabéticos. “Instituições que são muito severas nos seus critérios científicos, como o FDA [Food and Drug Administration], AHA [American Hart Association], SBH [Sociedade Brasileira de Hipertensão Arterial] e NSA [National Stroke Association] reconhecem que as pessoas que não têm contra-indicação, a ingestão de bebidas alcoólicas, e que bebem vinho com moderação, regularmente e durante as refeições, têm benefícios para a saúde”, destacou Monson, autor do livro Vinho é Saúde! – 50 Respostas Para Entender Por Que a Bebida de Baco Pode Fazer Bem.

Outro estudo, coordenado pela Dra. Regina Vanderlinde, pesquisadora do Laboratório de Referência Enológica (Laren) e professora da Universidade de Caxias do Sul (UCS), concluiu que, em relação às variedades, os vinhos Merlot apresentaram maiores concentrações de resveratrol. O teor máximo entre todas as amostras analisadas foi encontrado em um Merlot brasileiro (15,9 mg.L-1). O maior teor médio de resveratrol também foi encontrado nos Merlot brasileiros (8,73 mg.L-1), diferenciando-se dos teores médios dos vinhos dos outros países que não apresentaram diferença estatística entre si: argentinos (1,71 mg.L-1), chilenos (2,64 mg.L-1) e uruguaios (4,93 mg.L-1).
“Os teores médios de resveratrol encontrados nos vinhos brasileiros são superiores aos encontrados em outros países sul-americanos. A variedade Merlot apresentou valor médio mais elevado das estudadas. Os teores de resveratrol nos vinhos brasileiros pressupõe propriedades benéficas à saúde mais elevadas que os vinhos de outros países”, resume Regina.

O resveratrol é um polifenol presente na fruta e que faz bem ao organismo. Sua concentração nas uvas e vinhos varia de acordo com a variedade, origem geográfica, ação de patógenos e processos de fermentação. Encontra-se nos grãos, raízes, sementes e, principalmente, nas cascas.

Assessoria de Imprensa Ibravin            

Martha Caus – (54) 3039.0096 / (54) 8111.4450 – imprensa@ibravin.org.br
Cassiano Farina – (54) 3039.0096 / (54) 9937.9027 – imprensa2@ibravin.org.br
Diego Adami – (54) 3039.0096 / (54) 8135.0374 – imprensa4@ibravin.org.br

ExpoVinis 2014: coisas que vi e que penso sobre…

As feiras de vinhos são uma grata oportunidade para conversar com produtores sobre suas histórias e suas vidas, completamente misturadas às do vinho que produzem. Degustações, aromas, sabores… Encontrar velhos amigos e fazer novos. Ah, elas sempre nos proporcionam uma surpresa agradável, como se fosse a primeira vez.

A ExpoVinis 2014 me encheu de orgulho com os vinhos brasileiros. Haviam vários stands e, para mim, a grande alegria foi perceber que, no geral, eles finalmente têm uma cara própria. Uma identidade.
Tomei vinhos deliciosos, sem passagem por madeira, com acidez alta – digo agradável, toques minerais… Sem exageros, elegantes e às vezes rústicos… Uma delícia!
Fiquei bem feliz com o que vi!
Os espumantes então, sem palavras… Excelentes, frescos, alegres, como têm que ser!

Vinhos alemães, italianos, portugueses, uruguaios, argentinos, chilenos… Enfim, muita coisa… Muitos, muito bons… Alguns, nem tanto! Mas a diversidade é que é divertida.

Adoro as palestras e os bate-papos. Por isso, para mim, o stand mais bacana foi o francês, que nos brindou de hora em hora com bate-papos com produtores, degustações e palestras por regiões: Loire, Beaujolais, Champagne, Languedoc, Bordeaux, e até uma de harmonização de vinhos franceses com comida brasileira: show!

Confesso que não foi a melhor ExpoVinis que fui, mas posso garantir que foi bem melhor que a de 2013… Sejamos otimistas: 2015 será melhor ainda!!!  Fingers crossed!!!

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Restaurante Arturito se reinventou e eu aplaudi

O Restaurante Arturito se reinventou e eu aplaudi.
Gosto de pessoas que não se acomodam, e foi isso que a Chef e Proprietária Paola Carosella mostrou ao reformar seu restaurante, otimizando os espaços, mudando fornecedores, e, principalmente, enxugando o cardápio e oferecendo pratos e vinhos mais acessíveis. Baixou seu ticket médio para R$ 100,00. Um grande feito para a realidade de São Paulo!
Com serviço impecável, a atenção e competência do Chef de Salão Peter Ferreira ou do garçom David, é um plus que faz muita diferença.
Além dos pratos saborosos, que nos convidam a voltar.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Endereço:
Rua Artur de Azevedo, 542, Pinheiros – Telefone [11] 3063 4951

Horário:
Almoço
3ª a 6ª, das 12h às 15h
Sábados e domingos, das 12h30 às 16h

Jantar
2ª à 5ª, das 19h às 23h30h
6ª à sábado das 19h às 24h
[11] 3063 4951

Para saber mais detalhes, clique aqui.

As pedras no caminho de quem tem um sonho

Gustavo Bottega
Por necessidade, trabalhei minha vida toda em uma profissão que não gostava _ e não gosto. Trabalho por dinheiro. Porque preciso. Incompetência? Não sei … nunca tive grana nem segurança para arriscar outros vôos … tinha que criar meus filhos e me virar sozinha.

Para sobreviver emocionalmente, sempre me alimentei das coisas que realmente amo fazer: cozinhar e aprender sobre vinhos _ além de escrever sobre isso.
Por isso criei o blog e a fanpage _ uma forma de juntar as paixões: comida, vinho, viagens, literatura, filosofia e arte.

Viver do vinho, montar um negócio, fazer comidinhas, sempre foi um grande sonho, minha grande paixão.

Mas, olhando mais de perto, percebi o quanto esse mundo do vinho é fake, cheio de gente arrogante, puxa-saco, elitista, que transforma o vinho em troféu, status e tantas outras bobagens. Gente chata e cafona. Gente que me fez quase desistir e que me deu a certeza de que o caminho que quero seguir não é esse …

O bom é que sei que não estou sozinha.
Tenho meu companheiro, que compartilha da mesma opinião que eu. Tenho meus amigos tomadores de vinhos, sonhadores, pequenos produtores, que não abrem mão de seus valores, nem se vendem por qualquer coisa. Os amigos idealistas … os amigos poetas.
E assim vamos indo. Nos apoiando e acreditando que vinho é alimento, é história, é tradição, prazer e, acima de tudo, uma grande paixão.

(foto Gustavo Bottega)

Vinhos Biodinâmicos, já ouviu falar?

Bem, só pra começar, não dá para falar de Vinhos Biodinâmicos, sem antes falar de Rudolf Steiner e da Antroposofia.

Esse é um assunto complexo, mas vou tentar resumi-lo, sem banaliza-lo, claro!

Steiner-2Rudolf Steiner, nasceu em Kraljevec, fronteira austro-húngara, em 27 de Fevereiro de 1861 e morreu em Dornach, Suíça, 30 de Março de 1925. Foi filósofo, educador, artista e esoterista.
Foi fundador da Antroposofia, da Pedagogia Waldorf, da Agricultura Biodinâmica, da Medicina Antroposófica e da Euritimia.
Seus interesses eram variados: além do ocultismo, se interessou por agricultura, arquitetura, arte, drama, literatura, matemática, medicina, filosofia, ciência e religião.

ANTROPOSOFIA

antroposofia

Nas palavras de Steiner, “Antroposofia é um caminho de conhecimento que deseja levar o espiritua

l da entidade humana para o espiritual do Universo. Ela aparece no ser humano como uma necessidade do coração e do sentimento. Ela deve encontrar sua justificativa no fato de poder proporcionar a satisfação dessa necessidade.
A Antroposofia só pode ser reconhecida por aqueles que nela encontram aquilo que buscam a partir de sua sensibilidade. Portanto, somente podem ser antropósofas pessoas que sentem como uma necessidade de vida certas perguntas sobre a essência humana e do Universo, assim como se sente fome e sede”.

AGRICULTURA BIODINÂMICA

A Agricultura Biodinâmica aplica o mesmo conceito da Antroposofia, ou seja, integrar Homem, Natureza e todos os Seres  Animados e Inanimados, e Universo. O Conceito de “Somos Todos Um”.

Ela surgiu na Europa em 1924, quando Steiner apresentou essas novas idéias em uma série de palestras técnicas à grupos de agricultores. 

Trata-se de um processo de cultivo do solo que envolve uma relação direta do homem com a terra e a maneira como ela é manejada. O plantio deve ser feito por meio de uma correlação entre a paisagem e o que o homem deseja produzir.

O calendário da agricultura biodinâmica é feito anualmente com base nas fases da lua e no zodíaco. De acordo com a época do plantio é possível obter diferentes resultados na qualidade dos alimentos.

Segundo o conceito biodinâmico, a energia de uma planta qualquer é composta por 3% de elementos vindos do solo, e 97% da atmosfera. A planta fornece energia para o solo, através da fotossíntese, e ele fornece os minerais que ela precisa para crescer. Assim, a sustentabilidade do processo depende da eficiência e da simplicidade do percurso – desde o plantio, até a colheita.

biodinamica

O método conhecido como Chifre de Cristal é um dos meios utilizados para promover a adubação da atmosfera. Ele consiste em realizar um preparado em que se implanta sílica ou esterco (de vacas que se alimentam de pasto) em um chifre de vaca. Esse chifre é enterrado na plantação durante o inverno.  Com isso, a matéria se tornará húmus e deverá ser aplicada sobre o solo.
O composto é responsável por fazer a ligação entre o mundo mineral e o mundo vegetal, devolvendo vitalidade e eficiência ao solo e aos alimentos.

chifre
VINHOS BIODINÂMICOS

 

Os principais requisitos para que um vinho seja certificado como Biodinâmico são:Conceitualmente, os vinhos biodinâmicos são os vinhos elaborados com as uvas provenientes de vinhedos biodinâmicos e são certificados pela Demeter International.

– Cada fazenda é uma individualidade integrada;
– Práticas de conservação de solo;
– Não uso de fertilizantes químicos e de agrotóxicos sintéticos-somente produtos de controle natural;
– Praticas de conservação da natureza;
– Qualidade social dos trabalhos;
– Aplicação de preparados biodinâmicos homeopáticos que incrementam a vitalidade do ambiente, plantas e do produto final;
– Não uso de produtos transgênicos.

No processo de vinificação não é vetado o uso de sulfitos. Mas, na maioria dos casos, são utilizados em quantidades muito pequenas, principalmente antes do engarrafamento.

nicolas
Um grande defensor, talvez o maior representante da cultura biodinâmica no vinho é o francês Nicolas Joly.
Seu Vinhedo, Clos de La Couleé de Serrant, foi plantado no ano 1.130 pelos monges Cistercianos.
“Junto à sua querida esposa e filhos Virginie e Vincent, Nicolas Joly, assistente da natureza, viticultor e lutador incansável, utiliza, simplifica e aplica, divulga e leva no sangue os princípios da Biodinâmica para simplesmente chegar ao Renascimento das Apelações de Origem, liderando um grupo com mais de 120 produtores do mundo todo: França, USA, Espanha, Chile.”

Vejam algumas Vinícolas que praticam a Agricultura Biodinâmica, inclusive o Santa Augusta, uma Vinícola brasileira.

La Coulee de Serrant
Romanee-Conti
Antiyal Álvaro Espinoza Chile
Nikolaihof Áustria
Domaine Pierre Morey
Domaine Pierre Frick
Viña Matetic
Vinícola Santa Augusta

Atualmente encontramos os vinhos biodinâmicos em praticamente todas as importadoras.

Agora, para degustá-lo em um restaurante, minha dica é a Enoteca Saint Vin Saint.

Château Mouton Rothschild e a Arte

Poucas vinícolas tem uma ligação tão forte com a arte quanto o Château Mouton-Rothschild.
Caminhando pela propriedade, você encontrará uma das mais exclusivas coleções de arte do planeta; com obras de Miró, Picasso, Dalí, Chagall entre outros.

O Château Mouton-Rothschild é uma tradicional vinícola da região de Médoc, França, localizado na comuna de Pauillac que produz um dos mais prestigiados vinhos de Bordeaux e do mundo.

Mouton

Até 1924 o vinho produzido era vendido para os comerciantes em Bordeaux, que eram responsáveis por todo o restante do processo de produção: maturação, engarrafamento, rótulagem e comercialização. Essa era uma prática comum, e as vinícolas não tinham nenhum direito sobre o produto final.
Em 1924, o Barão Philippe de Rothschild tomou uma decisão revolucinária naquele tempo: ser responsável por todo o processo.
Nesse ano, o artista plástico Jean Carlu foi convidado a ilustrar o rótulo.

EMRothschild1924

A partir daí, o rótulo passou a ter uma importância maior e se tornou uma marca registrada do produto, a garantia de origem e qualidade, como uma assinatura da vinícola.

Em 1945, ano da Libertação da França _ fim da ocupação militar alemã _, Barão Philippe decidiu dedicar a safra, uma das melhores do século, ao Ano da Vitória, convidando o pintor Philippe Jullian para produzir um design para o rótulo, usando a letra “V”, de vitória.

1945

Após 1945, todos os anos, os rótulos são encomendados à artistas plásticos, que têm completa liberdade de criação. Alguns famosos: Miró, Chagall, Braque, Picasso, Tàpies, Francis Bacon, Dali, Balthus, Jeff Koons e até o Príncipe Charles, de Gales.

rotulos

Clique AQUI e veja os detalhes de cada rótulo

Mouton-Rothschild tem uma ligação tão intensa com a arte, que construiu o Museum of Wine in Art, um lugar mágico onde vários artistas e formas de arte, cultura e religiões testemunham o eterno e frutífero diálogo entre arte e vinho.
Situado em uma antiga sala de barricas, o visitante tem acesso à esculturas, peças medievais, porcelanas e antiguidades variadas, todas com alguma relação ao mundo do vinho.

Para saber mais, entre no site: http://www.chateau-mouton-rothschild.com/

Você sabe o que é uma Denominação de Origem?

Contando um pouco de história

Até o século XVII a Inglaterra era uma grande consumidora dos vinhos franceses.
Porém, em 1703, com o objetivo de impor um embargo à França, Inglaterra e Portugal firmaram um acordo
comercial que obrigava a Inglaterra a comprar apenas vinhos de Portugal com tarifas aduaneiras
preferenciais: o Tratado de Methuen.

Essa foi uma ótima oportunidade de crescimento para Portugal, porém, para que os vinhos aguentassem a longa viagem de navio, era adicionada aguardente vínica à ele.
Como saia da cidade portuária do Porto, esse vinho passou a ser conhecido como “Vinho do Porto”.

PORTO

O consumo por esse vinho, principalmente pelos ingleses, aumentou a demanda e consequentemente
começaram a aparecer no mercado produtos falsificados e adulterados.
Por essa razão, em 10 de setembro de 1756 surgiu a primeira região vinícola demarcada do mundo:
A região do Douro.

DOURO

Criada pelo Marquês de Pombal, a COMPANHIA PARA A AGRICULTURA DAS VINHAS DO ALTO DOURO ou REAL
COMPANHIA VELHA detinha a exclusiva produção e distribuição do Vinho do Porto e até hoje garante a
qualidade, respeitando normas de produção e envelhecimento rigorosamente controladas.

Aos poucos, outros países produtores foram criando suas próprias denominações:

As denominações de origem ao redor do mundo:

França:    A.O.C.  (Appellation d’origine contrôlée)
Espanha: D.O.  (Denominación de Origen)
Países de língua portuguesa: D.O.C. (Denominação de Origem Controlada )
Itália: D.O.C. (Denominazione di Origine Controllata)
Alemanha: Q.B.A (Qualitätswein Bestimmter Anbaugebiete)
África do Sul: W.O. (Wine of Origin)

Lembrando que dentro que cada país existem também as regiões com suas respectivas denominações. A Espanha, por exemplo, possui 69!

A partir de 2012 o Brasil também conquistou sua primeira denominação: a Denominação de Origem Vale dos Vinhedos.
Dada a diversidade de terroir do nosso país, certamente teremos muitas outras mais por aqui.

VALE DOS VINHEDOS2