Arquivo da tag: citações sobre vinhos

A vida do vinho

van gogh
“Gosto de pensar na vida do vinho, em como é algo vivo.
Gosto de pensar no que se passou quando as uvas cresciam, em como o sol brilhava ou se choveu… Como o tempo estava.
Eu penso sobre todas aquelas pessoas que cultivaram e colheram as uvas, e se for um vinho antigo, quantas delas já devem estar mortas hoje.
Eu amo a forma como o vinho continua a evoluir. Como, em toda vez que uma garrafa for aberta, ele terá um sabor diferente do que se fosse aberta em qualquer outro dia.
Porque na verdade uma garrafa de vinho está viva, está constantemente evoluindo e ganhando complexidade até atingir seu auge… E então começa seu contínuo e inevitável declínio.
E tem um gosto bom demais…”

Extraído do filme Sideways – entre umas e outras, dirigido por Alexander Payne.

Adoro ler citações sobre vinhos… Essa é uma cena do filme Sideways, em que a personagem Maya, interpretado por Virginia Madsen, fala o que pensa sobre o vinho.
Concordo plenamente!!!

Ilustração: A Vinha Encarnada, de Van Gogh, 1888, óleo sobre tela. Museu Pushkin.

Anúncios

O vinho e as “ditaduras sociais”

2012-09-15 15.34.05
Inspirada em uma matéria que acabei de ler sobre “ditaduras sociais”, gostaria de começar esse papo dizendo: Você não “precisa” gostar de vinhos.
O grande barato de minha page e meu blog é tentar levar o vinho para o seu dia a dia, mas, se essa não é sua praia, tudo bem, não se cobre por isso!
Agora, se você gosta de vinhos, mas não conhece muito, por favor, não se assuste ao se deparar com tantas pessoas postando fotos de vinhos caros, lugares luxuosos, degustações para grupos fechados à 7 chaves e um montão de outros bla bla bla …
Muitas coisas fazem parte mesmo do dia a dia de quem trabalha com isso, mas muita coisa é para manter um glamour que está pra lá de ultrapassado. O mundo do vinho aqui no Brasil foi assim até bem pouco tempo atrás, mas esse modelo está caindo por terra. Ainda bem!
Lembre-se sempre de que vinho é alimento.
Vinho é feito de uva, que vem da terra, portanto, um produtor, antes de tudo é um homem “do campo”, que lida com a natureza e suas intempéries.
Quando for escolher um vinho para beber, seja em um Wine-Bar, Boteco, Restaurante, Supermercado, Loja Especializada ou Empório, não se intimide, peça ajuda ao sommelier ou ao atendente e, te garanto que o primeiro passo para saber se ele é mesmo competente, é se ele quiser saber sobre o seu gosto e o seu bolso.
Se ele te indicar apenas o mais caro, fuja dali sem a menor cerimônia, por favor!
Você não precisa disso pois há vários vinhos bons, wine-bares despretensiosos a ótimos preços, sem nariz empinado e sem frescuras, para ir e curtir.
Da próxima vez, leve vinho ao seu piquenique, churrasco, praia, piscina, happy-hour …
Deguste-o sozinho ou acompanhado, lendo um livro, assistindo à um filme ou ouvindo uma canção.
Lembre-se que vinho harmoniza com alimentos, charutos e com por-do-sol, por que não?!
E, acima de tudo, não se esqueça: escolha sempre aquilo que te dá prazer, deguste a vida e seja feliz!
Você merece!
Nós merecemos!

(foto da mesa da minha pequena sacada, a qual chamo carinhosamente de “meu quintal”)

Como um grande vinho, ficamos sim, melhores com o tempo!

margaux
“Quando somos jovens, temos muito medo de nos expor, de falharmos, darmos mancada, pois nos importamos muito mais com a opinião alheia e com o que estão pensando de nós.
Assim, acabamos por viver em um mundo irreal no qual agradamos muito mais aos outros do que à nós mesmos.
Quando amadurecemos, passamos a ter a consciência de que não temos mais todo aquele tempo que pensávamos.
Então, arriscamos mais, ousamos mais e ligamos muito menos para o que pensam de nós.
Amadurecer é dar um grito de liberdade sem se preocupar se o barulho está incomodando alguém!

Regiane Avila

Vinho para ser feliz e degustar a vida

Inspirada em uma matéria que acabei de ler sobre “ditaduras sociais”, gostaria de começar esse papo dizendo: Você não “precisa” gostar de vinhos.
O grande barato de minha page e meu blog é tentar levar o vinho para o seu dia a dia, mas, se essa não é sua praia, tudo bem, não se cobre por isso!
Agora, se você gosta de vinhos, mas não conhece muito, por favor, não se assuste ao se deparar com tantas pessoas postando fotos de vinhos caros, lugares luxuosos, degustações para grupos fechados à 7 chaves e um montão de outros bla bla bla …
Muitas coisas fazem parte mesmo do dia a dia de quem trabalha com isso, mas muita coisa é para manter um glamour que está pra lá de ultrapassado. O mundo do vinho aqui no Brasil foi assim até bem pouco tempo atrás, mas esse modelo está caindo por terra. Ainda bem!
Lembre-se sempre de que vinho é alimento.
Vinho é feito de uva, que vem da terra, portanto, um produtor, antes de tudo é um homem “do campo”, que lida com a natureza e suas intempéries.
Quando for escolher um vinho para beber, seja em um Wine-Bar, Boteco, Restaurante, Supermercado, Loja Especializada ou Empório, não se intimide, peça ajuda ao sommelier ou ao atendente e, te garanto que o primeiro passo para saber se ele é mesmo competente, é se ele quiser saber sobre o seu gosto e o seu bolso.
Se ele te indicar apenas o mais caro, fuja dali sem a menor cerimônia, por favor!
Você não precisa disso pois há vários vinhos bons, wine-bares despretensiosos a ótimos preços, sem nariz empinado e sem frescuras, para ir e curtir.
Da próxima vez, leve vinho ao seu piquenique, churrasco, praia, piscina, happy-hour …
Deguste-o sozinho ou acompanhado, lendo um livro, assistindo à um filme ou ouvindo uma canção.
Lembre-se que vinho harmoniza com alimentos, charutos e com por-do-sol, por que não?!
E, acima de tudo, não se esqueça: escolha sempre aquilo que te dá prazer, deguste a vida e seja feliz!
Você merece!
Nós merecemos!

(foto principal: mesa da minha pequena sacada, a qual chamo carinhosamente de “meu quintal”)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mais uma novidade do Rubi Wine Bar: Degustações Harmonizadas!

Olha que oportunidade bacana para aprender mais sobre essa bebida apaixonante que é o vinho:
O Rubi Wine Bar está promovendo degustações para grupos de até 20 pessoas.
São quatro opções, todas conduzidas pelos proprietários, os renomados sommeliers Fabiano Aurélio (Sommelier do Ano, Prêmio Gula 2007)  e Tony Araújo (ex Figueira Rubayat):

1) Degustação com palestra sobre os vinhos (características da Região, Uva e País);
2) Degustação de iniciação ao mundo do vinho (como degustar e escolher um rótulo);
3) Degustação para empresas com harmonizações especiais com pratos e/ou petiscos;
4) Degustação vertical ou horizontal (podendo ser com vinhos dos clientes ou com os vinhos da carta da casa).

O orçamento é sob consulta, pois depende do programa e vinhos a serem degustados.
Aliás, eles estão abertos à outras propostas de degustações.
Para maiores informações, entre em contato pelo telefone 11 4323 1667.

Rubi Wine Bar
Al. Jaú, 1595, Jardim Paulista
44 lugares.
Funcionamento: das 12h às 0h (seg. a qui); das 12h às 0h30 (sex.) e das 18h às 1h (sáb.). Fecha aos domingos.
Cartões de crédito todos.
Acesso para deficientes. Acesso internet. Estacionamento com manobrista (R$15)

Este slideshow necessita de JavaScript.