Arquivo da tag: Vinho e Poesia

Como um grande vinho, ficamos sim, melhores com o tempo!

margaux
“Quando somos jovens, temos muito medo de nos expor, de falharmos, darmos mancada, pois nos importamos muito mais com a opinião alheia e com o que estão pensando de nós.
Assim, acabamos por viver em um mundo irreal no qual agradamos muito mais aos outros do que à nós mesmos.
Quando amadurecemos, passamos a ter a consciência de que não temos mais todo aquele tempo que pensávamos.
Então, arriscamos mais, ousamos mais e ligamos muito menos para o que pensam de nós.
Amadurecer é dar um grito de liberdade sem se preocupar se o barulho está incomodando alguém!

Regiane Avila

Anúncios

Caetano Veloso e o Vinho

Hoje, 7 de agosto, é aniversário de Caetano Veloso.
Aqui, uma música onde ele se refere ao vinho de forma poética e deliciosa.

MEU BEM, MEU MAL

Você é meu caminho
Meu VINHO, meu vício
Desde o início estava você

Meu bálsamo benigno
Meu signo, meu guru
Porto seguro onde eu voltei

Meu mar e minha mãe
Meu medo e meu CHAMPAGNE
Visão do espaço sideral

Onde o que eu sou se afoga
Meu fumo e minha ioga
Você é minha droga
Paixão e carnaval

Meu zen, meu bem, meu mal

clique AQUI para ver o vídeo